terça-feira, julho 04, 2006

...sem nome


Esta árvore sempre despertou em mim um especial interesse.
De folhas persistentes, grossas mas lustrosas, verde escuro, nunca consegui ver outra igual e nem sei o seu nome.
Por instinto parece-me um Ficus, mas sem certeza nenhuma... {pela maneira como nascem as novas folhas (fazendo lembrar a planta da borracha), pelos frutos semelhantes a figos, mas pequenos, redondos e duros, pela seiva branca que surge quando arranquei uma folha}
Agora que olho para ela sabendo que tem os dias contados, ainda custa mais

Ver mais em pormenores

1 comentário:

Jardineira aprendiz disse...

Por aqui valorizam-se muito pouco as plantas, não é? Eu fico com os cabelos em pé quando vejo algum pedreiro, canalizador, ou outro do género ao pé das minhas plantas, já reparei que para eles, elas não existem. Ou então são elementos de estorvo sem valor nenhum, simplesmente não fazem parte do seu mundo. Mas como dizes, para certas plantas, como as árvores é mais grave, elas demoram anos a crescer.
Obrigada pela visita, tenho andado um pouco afastada dos blogs e por isso só agora vim aqui, já tinha cá vindo várias vezes, não conhecia era o 'outro lado', achei interessantíssimo o jardim indiano!