sexta-feira, maio 16, 2008

...lilás

Amanhã
Outro dia
Lua sai
Ventania abraça
Uma nuvem que passa no ar
Beija
Brinca
E deixa passar
E no ar
De outro dia
Meu olhar
Surgia nas pontas
De estrelas perdidas no mar
Pra chover de emoção
Trovejar...
Raio se libertou
Clareou
Muito mais
Se encantou
Pela cor lilás
Prata na luz do amor
Céu azul
Eu quero ver
O pôr do sol
Lindo como ele só
E gente pra ver
E viajar
No seu mar
De raio.

2 comentários:

A.J.Faria disse...

Olá, Crix!
Lindo texto, onde se revela toda a tua sensibilidade!
É sempre bom passar por este blog!
Espero por ti!
Tudo de bom!
Bjs

elisabete fialho disse...

Passei pela porta do Florescerem Ao lado estava a sua janela.
Feita bloguista abelhuda espreitei Com seus textos engraçei.
Nesta viagem chamada vida
Nada se perde apenas se transforma
Na brevidade dos momentos que fogem fica sempre o sabor a despedida
O tempo não pára
De nada vale correr atraz
Fica em nós o saber lembrar
Transformando a despedida numa linda cor garrida